Resenha: Novembro 9 - Collen Hoover

12:18

Livro: Novembro 9
Autora: Collen Hoover
Editora: Galera Record
N° de Páginas: 352
Onde comprar: Amazon, Americanas



Sinopse:  Autora número 1 da lista do New York Times retorna com uma história de amor inesquecível entre um aspirante a escritor e sua musa improvável.


Fallon conhece Ben, um aspirante a escritor, bem no dia da sua mudança de Los Angeles para Nova York. A química instantânea entre os dois faz com que passem o dia inteiro juntos – a vida atribulada de Fallon se torna uma grande inspiração para o romance que Ben pretende escrever. A mudança de Fallon é inevitável, mas eles prometem se encontrar todo ano, sempre no mesmo dia. Até que Fallon começa a suspeitar que o conto de fadas do qual faz parte pode ser uma fabricação de Ben em nome do enredo perfeito. Será que o relacionamento de Ben com Fallon, e o livro que nasce dele, pode ser considerado uma história de amor mesmo se terminar em corações partidos?




Eu já tinha lido muitas resenhas falando que as histórias da Collen Hoover eram de ficar de cabelo em pé... Literalmente...E que seus livros sempre traziam um certo drama familiar que acabam nos chamando atenção, e eu adquiri uma certa curiosidade pelos livros dela, não só por Novembro 9 mas alguns outros que eu ainda não tive oportunidade de ler.. Mas que sim estão na minha listinha. Eu li inúmeras resenhas de Novembro 9 antes de comprá-lo e eu não encontrei nenhuma que tivesse alguma opinião negativa sobre o livro. Você deve estar se perguntando o por que de eu ter escolhido ele primeiro, eu sinceramente não sei, mas a capa dele me chamou mais atenção do que a dos outros. 
No início quando comecei a ler eu achei que seria um livro lento, estilo "Um dia" (que nem li, mas tive muita preguiça do filme), mas o livro mudou totalmente minha opinião, principalmente quando cheguei no fim do primeiro 9 de novembro, e eu fiquei MUITO ansiosa e curiosa pra saber o que acontecia no segundo. E creio eu que isso não aconteceu somente comigo, rsrs. O que eu poderia falar do livro, resumindo em uma palavra ... Bem, não tem uma palavra... ele é tudo de bom! Óbvio que fiquei com raiva do livro e da Collen em várias partes do livro, como sempre acontece, mas eu suspirei bem mais vezes e juro que se eu pudesse eu entrava no livro, não me ache louca, não sou só eu que tenho essas vontades, eu sei disso, rsrs. Estou muito ansiosa pelo próximo livro que vou ler da Collen, creio eu que será "Talvez um Dia" ou "Um caso Perdido", confesso que estou na dúvida de qual ler primeiro!

                     
                  Fallon é uma ex atriz famosa, que por culpa de um acidente, teve boa parte do seu corpo queimado e foi obrigada a deixar de fazer o que mais gostava, atuar. 
                9 de Novembro é o dia mais triste de sua vida, e como se não bastasse ser o culpado pelo acidente, seu pai nem sequer se lembra do dia e não tem nem um pouco de compaixão.
                 Dois anos depois, ela decide que mudar para Noa York é o melhor a se fazer, seguindo carreira em teatros, se tudo desse certo. O que ela não esperava era que fosse conhecer Ben, um garoto que entrou em sua vida da forma mais inesperada possível. 
                O livro também narrado por Ben, um jovem escritor, que por curiosidade, acaba ouvindo a conversa de Fallon e seu pai no restaurante. Ele não gosta nem um pouco de como o pai trata a filha, como se ela fosse uma pessoa qualquer, não tem um pingo de amor e só sabe falar de sua carreira, isso acaba incomodando Ben a ponto de ele interferir na conversa dos dois, se passando por namorado de Fallon. 
                A partir daí, os dois decidem se encontrar em todos os dias 9 de Novembro por 5 anos, nem um outro dia, sem nenhum outro tipo de contato, somente dia 9, por 5 anos, para que assim Ben possa escrever seu primeiro romance. 
               O que eles não esperavam, é que fossem descobrir tantas coisas que tinham em comum, que eles nunca puderam imaginar, coisas que podem acabar causando um triste final nesse romance de Benton James Kessler. 


               O que pode ser tão ruim para duas pessoas que só se encontram em um dia do ano? Isso vou deixar para você descobrir, e eu lhe garanto que você irá se surpreender, assim como eu fui surpreendida.



Assine a Newsletter para receber as novas publicações. 

Siga e favorite o blog!

Me siga nas redes sociais:

Você pode gostar:

0 comentários